Itapiranga/SC - Terça-feira, 24 de Novembro de 2020
www.oestemania.net
Próximos eventos e coberturas fotograficas
Itapiranga/SC
O tempo agora


19 de outubro de 2020

Mulher leva idoso morto ao banco para fazer prova de vida

Uma mulher levou o marido morto a uma agência bancária de Campinas (SP), em uma cadeira de rodas, na tentativa de realizar a prova de vida do idoso e sacar a aposentadoria. O procedimento era uma exigência do banco para que ela pudesse trocar a senha do usuário e conseguir o acesso de sua conta. A estratégia não funcionou porque o atendente percebeu que o aposentado estava “inchado” demais. A ação aconteceu no último dia 2 de outubro, mas só foi divulgada na quinta-feira (dia 15).

Segundo o boletim de ocorrência, a mulher de 58 anos, que não teve a identidade divulgada, alegou no Banco do Brasil que tinha perdido a senha de letras da conta do suposto companheiro, um escrivão aposentado e viúvo de 92 anos. O banco informou então que era necessário comparecer a agência para fazer a prova de vida, como medida de segurança.

Ao chegar na agência, na tentativa de apressar o atendimento, a mulher disse que o homem estava passando mal. Mas um funcionário desconfiou da aparência do aposentado, e os bombeiros foram acionados para ajudá-lo. Nesse momento, constataram que o idoso estava morto há pelo menos 12 horas.

A equipe comunicou a Guarda Municipal, que estava perto da agência. Essa, por sua vez, acionou a Polícia Militar, que conduziu a mulher ao 1º Distrito Policial para registro da ocorrência. O corpo do idoso foi enterrado no dia seguinte.

Segundo a Polícia Civil de Campinas, a mulher foi indiciada por tentativa de estelionato e vilipêndio de cadáver (desprezar ou humilhar corpo). No depoimento que prestou nesta sexta-feira (16) à polícia, ela negou os crimes. Se condenada, a pena para estelionato é de um a cinco anos de reclusão e a de vilipêndio de cadáver de um a três anos de reclusão. Ela, entretanto, vai responder ao inquérito em liberdade, informou a polícia.

Em nota, o Banco do Brasil afirmou que “cumpriu todos os protocolos previstos no contrato de prestação de serviço com a fonte pagadora”.

A instituição ainda disse que não havia pendências com a conta do beneficiário, “apenas a falta das credenciais para acessar a conta e realizar o saque” e, por medida de segurança, foi necessária a presença dele na agência.

Fonte: G1

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

voltar

Últimos vídeos

Watch this video on YouTube.

Watch this video on YouTube.

Um ano de tragédia no Rio Urugua...
Watch this video on YouTube.

Nova rota para a travessia do Ri...
Watch this video on YouTube.

Chuva de granizo em Curitiba Par...
Watch this video on YouTube.

Oktoberfest em Linha Presidente ...
© Copyright 2019