Itapiranga/SC - Terça-feira, 01 de Dezembro de 2020
www.oestemania.net
Próximos eventos e coberturas fotograficas
Itapiranga/SC
O tempo agora


21 de maio de 2020

Leilão em São Miguel do Oeste atinge melhores médias de preços do Estado de SC

O Sindicato dos Produtores Rurais de São Miguel do Oeste, a Associação de Criadores de Bovinos do Extremo Oeste de Santa Catarina (ACBEOSC) e o Sistema Faesc/Senar-SC organizaram no último sábado (16) o primeiro Leilão Virtual Seleção de Qualidade em São Miguel do Oeste. O evento comercializou 447 terneiros, terneiras e novilhas de 17 produtores da região assistidos pelo Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) na pecuária de corte do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC). A qualidade do rebanho apresentada pelo programa garantiu as melhores médias de preços dos leilões até o momento no Estado: R$ 8,35 ao quilo do macho (segunda maior) e R$ 8,66 da fêmea (preço recorde).

De acordo com a supervisora do Senar/SC no extremo oeste, Grasiane Viêra Bittencourt, o leilão virtual foi o primeiro com animais exclusivamente produzidos pelo programa ATeG. “O evento mostrou como o programa agrega valor nas propriedades, através do melhoramento dos animais que impacta no bom preço final. Percebemos a valorização na hora da compra. Espero que esse seja o primeiro de muitos leilões”, afirmou.

O técnico de campo do Senar/SC que atende os produtores da região, Marlon Sbruzzi, destaca que a alta qualidade e o bom desempenho reprodutivo dos animais respondem pela maior valorização do rebanho apresentado. “A maioria é fruto de inseminação artificial e os demais são crias de touros puros. Outro ponto importante é que todas as propriedades seguem um calendário sanitário, o que também reflete na maior qualidade”, detalhou Sbruzzi ao informar que os planteis resultam de cruzamentos das raças Angus, Senepol, Hereford e Charolês.

Para o vice-presidente de finanças da Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Faesc), Antônio Marcos Pagani de Souza, que coordena o programa ATeG de pecuária de corte no Estado, o resultado do leilão em São Miguel do Oeste reforça o ganho de produtividade trazido pela assistência técnica. Segundo ele, o grupo de produtores local, além de receber as ações de capacitação e melhorias de manejo promovidas pelo programa, foi contemplado com aproximadamente 4.800 matrizes inseminadas nas últimas três temporadas reprodutivas, por meio de Protocolos de Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), fator decisivo no incremento da qualidade racial dos rebanhos.

“Os animais também receberam brincos de certificação, fator que possibilita ao comprador ter a certeza da sua origem e qualidade. Com esse conjunto de ações que abrangem como um todo o setor produtivo pecuário do Estado, o resultado não poderia ser outro: valor agregado no terneiro e, consequentemente, um novilho de extrema qualidade para o mercado consumidor cada vez mais exigente”, enalteceu Pagani.

O presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo, ressaltou o empenho e a dedicação dos produtores para melhorar os índices regionais na pecuária de corte. “Agradecemos a confiança das lideranças do extremo oeste no nosso programa de assistência técnica e reconhecemos o trabalho dos produtores da região no melhoramento genético e no aumento da produtividade de seus rebanhos. O leilão foi o momento de colher os frutos deste projeto bem desenvolvido”.

POR AGROLINK

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

voltar

Últimos vídeos

Watch this video on YouTube.

Watch this video on YouTube.

JACARÉS E SECA NO PANTANAL
Watch this video on YouTube.

Um ano de tragédia no Rio Urugua...
Watch this video on YouTube.

Nova rota para a travessia do Ri...
Watch this video on YouTube.

Chuva de granizo em Curitiba Par...
© Copyright 2019