Itapiranga/SC - Terça-feira, 29 de Setembro de 2020
www.oestemania.net
Próximos eventos e coberturas fotograficas
Itapiranga/SC
O tempo agora


10 de maio de 2020

Compra de 200 respiradores para SC envolveu um sofisticado esquema de corrupção

A compra de 200 respiradores para Santa Catarina, com pagamento antecipado de R$ 33 milhões pelo governo do Estado, envolveu um sofisticado esquema de corrupção e apontou a atuação de uma organização criminosa. É isso que diz a força-tarefa que engloba Ministério Publico (MPSC), Tribunal de Contas (TCE-SC) e Polícia Civil.

Em coletiva de imprensa na manhã deste sábado (9) a respeito da Operação 02 — deflagrada nas primeiras horas do dia—, o Procurador-Geral de Justiça de SC, Fernando Comin, disse que a compra envolveu agentes públicos, privados, falsidade ideológica, atuação de empresas de fachada e lavagem de dinheiro. A organização criminosa, ainda conforme o MPSC, tem ramificações em outros estados, como por exemplo Rio de Janeiro, São Paulo e Mato Grosso — onde também foram cumpridos mandados de busca, apreensão e sequestro de bens.

“Alto risco”

O presidente do TCE, Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, disse que o sinal amarelo foi aceso no fim de março após a dispensa de licitação e contratação de uma empresa “com perfil incompatível com a responsabilidade dos valores do contrato”. A apuração foi acelerada após a reportagem publicada no The Intercept Brasil. Ferreira Júnior afirmou, ainda, que o Departamento de Investigações do Tribunal de Contas apontou ao governo do Estado que a empresa não tinha solidez, o que poderia expor SC a um alto risco. O alerta teria sido ignorado.

— A partir de então foi deflagrado o processo e uma das perguntas foi: como uma empresa dessas chegou até o governo do Estado? O pagamento antecipado é possível, mas desde que cercado de garantias, o que não houve nesse caso. O gestor tem que ter a máxima cautela — ressalta o presidente do TCE.
Sequestro de R$ 11 milhões de conta bancária

Na manhã deste sábado (9), durante o cumprimento dos 35 mandados em 12 municípios (que não foram especificados), o Gaeco apreendeu R$ 300 mil em espécie em um imóvel do RJ. Durante o processo, segundo o delegado-geral da Polícia Civil de SC, Paulo Koerich, também foram sequestrados R$ 11 milhões de uma conta bancária para o acautelamento do processo. Não foram especificados outros equipamentos que foram apreendidos.

Muitos questionamentos feitos durante a coletiva também não puderam ser respondidos porque o processo corre em segredo de justiça — como por exemplo o porquê da presença do secretário de Estado da Casa Civil na Deic, na manhã deste sábado. O MPSC, porém disse que vai encaminhar um requerimento ao TJSC para que as investigações se tornem públicas. O entendimento é de que a imprensa e sociedade têm direito a saber todos os detalhes “para um maior controle da administração pública e repreensão desse tipo de ação criminosa que ocorreu no Estado”.
Cerca de R$ 300 mil foram apreendidos no RJ.

Não há indícios de envolvimento do governador

O Procurador-Geral de Justiça, Fernando Comin, também deixou claro que até o momento não há indícios da participação do governador Carlos Moisés (PSL) no esquema que envolveu a compra de 200 respiradores para SC. Se isso ocorrer, a competência da investigação ficará a cargo da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Conforme a força-tarefa, com o andamento das apurações por parte de MPSC, TCE-SC e Polícia Civil, a Operação O2 — em referência ao oxigênio — terá novos desdobramentos.

O que diz o governo de SC

O governo estadual divulgou nota de esclarecimento no fim da tarde desse sábado, sobre a operação desencadeada ainda no início da manhã, que apura irregularidades na compra de 200 respiradores para tratamento do novo coronavírus em SC. Na publicação, o governo diz que  “apoia todas as investigações necessárias”, inclusive com apoio operacional da Polícia Civil.
No documento publicado, o Poder Executivo também declarou que realiza apuração administrativa, ação essa, conduzida pela Procuradoria-Geral do Estado e concluiu dizendo que “nenhuma tentativa de dano aos cofres públicos em Santa Catarina ficará sem a resposta necessária”. 

Cerca de R$ 300 mil foram apreendidos no RJ.(Foto: Divulgação, Polícia Civil)
Fonte: Diário Catarinense

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

voltar

Últimos vídeos

HISTÓRIA DA OKTOBERFEST DE ITAPIRANGA SC

MAIS UM DIA PARA FICAR MARCADO NA HISTÓRIA DA OKTOBERFEST DE ITAPIRANGA SCEIN PROSIT

Posted by Portal Oeste Mania on Saturday, September 26, 2020

Conheça o Cristo Redentor

Conheça o Cristo Redentor

Posted by Portal Oeste Mania on Friday, September 18, 2020

Conheça o Cristo Redentor

PISCINA SUBTERRÂNEA

ÚNICO NO MUNDORESTAURANTE SUBTERRÂNEOPISCINA SUBTERRÂNEABelvedere Mina

Posted by Portal Oeste Mania on Saturday, September 5, 2020

Piscina e restaurante subterrâne...

Nova embarcação é lançada nas águas do Rio Uruguai

Nova lancha é lançada nas águas do majestoso Rio UruguaiImagens nunca visto antes marcam uma emocionante história em memória e homenagem à Vó Ilga

Posted by Portal Oeste Mania on Monday, August 31, 2020

NOVA EMBARCAÇÃO NO RIO URUGUAI

Uma serraria que você nunca viu

Uma serraria que você nunca viuDeep Sea Fishing Jobs

Posted by Portal Oeste Mania on Wednesday, December 4, 2019

Uma Serraria incrível

Classificados

Motos
FRANCAR MOTOS ITAPIRANGA

FRANCAR MOTOS ITAPIRANGA

carros
C4L A 2L TEND 2015 na Francar Itapiranga

C4L A 2L TEND 2015 na Francar Itapiranga

© Copyright 2019